Mogno Africano - Khaya Nyasica(Niasyca)
ampliar foto

QUER SABER MAIS?
Envie um e-mail ou ligue e agende uma visita em nossas áreas já instaladas.

 MOGNO AFRICANO - KHAYA NYASICA stapf. ex baker f.  (CAOBA AFRICA DEL ESTE )

 

O Khaya Niasyca( NYASICA)  Stapf. ex baker f. ( Caoba Africana Del Este ),  é uma grande árvore, podendo ultrapassar a 60m de altura, oriundas da Região Central, Leste e Sul da África, encontrada também em Moçambique, África do Sul, Tanzânia, Zaire, Zâmbia.

 

O Khaya Niasyca é encontrado em solos bem drenados aluviais, é uma espécie tolerante a seca sazonal,  pode ser plantado em solos com ph a partir de 4.0 , e no máximo de 7.0,  mas obtendo os melhores resultados em terras com ph de 5.5 a 7.0,  é encontrado em de  solos de argila para arenoso. A espécie pode ser plantada desde o  nível do mar até 1400m de altitude, Ocorre na área de precipitação de verão tropicais, com estação chuvosa durante o verão, e uma seca severa no inverno. Pode ser plantado em precipitações acima de 600 mm anuais, mas tem seu desenvolvimento aumentado onde as precipitações ultrapassam 1200mm anuais.

 

O Khaya Niasyca Del Este Africano  cresce melhor em solos aluvial profundo, úmido e bem drenado, solos ribeirinhos, com inclinação leve,  é uma variedade muito tolerante ao frio.

Aqui no Brasil cresce também nas estações de outorno e inverno, temos registrado 4 brotações neste período ( março p/ abril; maio para junho ; junho para julho , e no início de agosto . Sendo uma variedade promissora para quem pretende fazer irrigação. Também é cultivado como árvore de sombra,  e também apresenta como excelente espécie para ser consorciado com café, banana, goiaba, cacau e outras.

 

A madeira  do Khaya Nyasica Stpf. ex Baker f.  é quase rosa quando fresca, transformando para lustrosa castanho-avermelhado quando seco,  apropriada para mobiliário de luxo, paineis, torneados e barcos. Seu tronco é monopodial, sendo desprovido de galhos até uma altura de aproximadamente 10m, o tronco é reto e cilindrico. Outra característica importante, a espécie rebrota após o corte.